fado batido
fado batido
alto ribatejo / estremadura

fado batido ou fado corrido

como acontece em tantas outras danças, a disseminação geográfica e a diversificação coreográfica tornam muito difícil a atribuição de uma região de origem concreta. a verdade é que encontramos fados batidos de norte a sul de Portugal e até em Espanha. e, ainda que indiscutivelmente ligado ao Fado, não deixa de ser surpreendente a possibilidade da origem do fado batido enquanto dança nos chegar do outro lado do oceano, do Brasil.
apesar de dançarmos hoje o fado batido numa roda de pares, ele terá sido até há bem pouco tempo um exercício de destreza e luta, uma dança do «desiquilibrio» em que ganhava às «pernadas» quem mais tempo resistisse de pé.

aqui ficam algumas sugestões de leitura:
» Fado Batido, Cantado e Dançado
» Cultura Popular - Temas e questões

a reflexão sobre o assunto não nos cabe a nós, mas basta procurar um pouco por esta expressão e, entre páginas de internet e publicações impressas, depressa se percebe que o fado dançado é tão antigo como o fado cantado. há quem afirme até que já havia «fadistas» antes do «fado».

resta-nos compilar a informação que conseguimos recolher e deixar aqui algumas pistas sobre de onde terá surgido, como se dança e que músicas lhe dão expressão.

 

Arranca Telhados @ Entrudanças 2013

Karrossel @ Andanças 2013 

o Fado Batido aqui apresentado é uma variação à volta do passo da xotice (ou scottisch, dança de pares muito difundida), que se caracteriza pela combinação entre deslocamentos laterais e rodopios com o seu par. organizado sob a forma de uma roda de pares, os dançadores alternam figuras, batendo palmas ao centro da roda, trocando de par ou ainda realizando meias-voltas.

© http://www.adancaportuguesaagostardelapropria.pedexumbo.com